Prefeitura Municipal de Guaraqueçaba
conteúdo do menu

Prefeitura Municipal de Guaraqueçaba

conteúdo principal
conteúdo principal

Notícia

Assista o vídeo ao final da matéria

No último sábado (24) a Prefeitura de Guaraqueçaba através de sua secretaria de Planejamento e Projetos enviou uma equipe de especialistas para verificar a situações de trapiche e pontes da comunidade de Ilha do Superagui.

Douglas Colombes Costa, responsável pela pasta da Secretaria de Planejamento e Projetos, juntamente com  Patricia Gonzales que é Diretora de Convênios e Contratos, Rodrigo Saldanha que é engenheiro fiscal de obras e demais pessoas da equipe, estiveram em uma expedição pela ilha. 

A equipe percorreu a praia e as trilhas verificando todas as obras (trapiches e pontes) a serem realizadas ou reformadas na Ilha do Superagui.

O Engenheiro fiscal Rodrigo Saldanha comenta que as estruturas das obras inacabadas ruiram, devido a uma série de erros na execução:
As passarelas da ilha de Superagui, especialmente a passarela que colapsou estão condenadas e terão que ser refeitas. O colapso deu-se devida a falta de esperas das estacas para receber a estrutura dos pilares, além de não terem sido executado as cabeceiras da passarela, ou seja, a mesma ficou sem “amarração” do solo com a estrutura da ponte. Uma série de erros na execução que levaram ao colapso da estrutura"

Segundo o Secretário Douglas Colombes Costa este trabalho de campo da equipe técnica é apenas o início do grande trabalho que será realizado na comunidade, quanto as obras inacabadas, a prefeitura deverá tomar as providências cabíveis:

Após a visita de hoje in loco, iremos notificar a empresa que está executando os serviços e tomar as medidas cabíveis. Iniciaremos o estudo de viabilidade da ampliação e reforma do trapiche já existente bem como a construção de um novo trapiche em local estratégico."

Mauro Gonçalves Mendes, que é morador da ilha concorda com a idéia do novo trapiche e sua localização:
“Escolheram um excelente lugar para fazer o novo trapiche, um lugar onde as aguas são mais calmas, vai ajudar muito as pessoas no embarque e desembarque, principalmente nos barcos da saúde. Vai ser bom para a comunidade, vai gerar renda pois as pessoas podem fazer leva e trás de bagagens de passageiros até as pousadas e onde tem dinheiro tem movimentação do comércio”

O Sr Waldeir mais conhecido como Carioca aponta:
“Esse trapiche que tem ai é muito ruim, com a maré baixa o trapiche fica na areia seca, longe da água, com a maré cheia as ondas batem muito estragando os barco e colocando as pessoas em risco.”

Carioca menciona acidentes graves no trapiche:
“Meu tio José Nasser com 92 anos caiu ao entrar no barco fraturando várias costelas, passamos os ultimos anos ouvindo promessas de  reparo nesse trapiche, a 2 anos atrás o próprio prefeito disse que o dinheiro já havia chego. Pelo jeito já chegou e já foi embora, e o trapiche ficou ai, do mesmo jeito e o Superagui abandonado.” 

No mesmo dia a equipe visitou também as comunidades de Guapecum e Ilha das Peças.

Em breve, mais boas notícias.

Assessoria de Comunicação e Imprensa de Guaraqueçaba 


Prefeitura de Guaraqueçaba 
Por nossa terra, por nosso povo!

ANEXOS:

GALERIA DE FOTOS